sábado, 30 de abril de 2011

Fim de tarde.

Por que as pessoas acham que podem descontar toda a sua raiva em cima das outras?
Se você esta tendo um dia ruim. Dane-se. Você não tem direito de descontar a sua raiva em outra pessoa.
Muito menos em uma pessoa que você nunca viu na vida.
Eu vi quando você deu três tapas fortes nas costas do seu filho. Isso não é o tipo de coisa que um pai deve fazer com seu próprio filho.
Observei a maneira que você tratava sua esposa e me perguntei por que uma pessoa que nem essa é casado?
Bom mas quem sou eu para entender o que acontece com os outros.
Mal entendo o que se passa comigo mesma.
Se o mundo se encontra da maneira que se encontra hoje, é graças a violência e a dinheiro.
Bom se você se sentiu bem por ter acabado com meu dia e ter me feito chorar. Por causa da porcaria do dinheiro.
Ótimo pelo menos o estrago não foi tão grande.
Você teve sorte dessa vez, descontou sua raiva em uma pessoas calma e insegura.
Mas da próxima vez procure escolher uma pessoa que nem eu.
Pois você pode acabar se machucando.
Não guardado magoa de você. Apesar de nem ao menos me conhecer, você ter aberto um buraco no meu chão.
Quero que você seja feliz.
E que mude esse seu jeito.
Para que outra pessoa não sofra o que eu sofri nesse fim de tarde.


[Contadora de Estrelas]

quinta-feira, 28 de abril de 2011

Livro em branco.

Quero escrever o que não consigo dizer. Apetece-me abrir, como um livro em branco e a cada palavra uma emoção. Um significado, um pedaço de ficção tornado real. Sinto-me a desfalecer, como um sobrevivente num barco no meio de uma tempestade, onde sabe que só um milagre o fará sobreviver.
Porque sou assim? Porque não consigo controlar-me, tento sempre algo com medo das pessoas não gostem mim. Não quis sofrer mais, por isso decidi afastar-me de toda a gente. Agora em vez de um coração tenho uma pedra. Difícil será pedir ajuda, mas porque fujo de tudo e de todos. Não enfrento os meus medos.
Sempre a fugir, mas os problemas não desaparecem, apenas adormecem num sono leve. Continuamente dormindo, até um dia que acorda. Mais furioso, que um bebé com sono.
Será que um dia vou acordar para a vida? Será que algum dia, vou deixar de fugir. De não precisar de me esconder por detrás duma máscara. Algum dia terei paz, comigo mesmo. Procuro o que? Escondo-me do que? Do sofrimento?! Mas senão sofrer não viverei, ficará sempre a angústia de poder ter feito algo mais, ser capaz de ter feito outra coisa para me mudar a mim. Então o que me falta? Não sei, não me conheço, e muito menos sei quem fui, sou ou serei. Sou um sentimentalista barato, daqueles livros que se compram, mesmo não sabendo o fim são todos iguais e terminaram de certeza da mesma maneira. Só muda o conteúdo, a forma do conteúdo é sempre mesma.
Devo ser mesmo uma criancinha, não amadureci o suficiente. Não cresci em termos mentais.
Se calhar não vivo, sobrevivo. Vou sobrevivendo, não questionando, não esticando a corda. Se calhar limito-me a seguir as pesadas dos outros. Em vez de ter uma personalidade própria.
Se calhar também por ter mentido, muito a mim próprio agora já não sei quem sou. Perdi-me no caminho, e agora não sei o caminho de volta. Um circulo vicioso, onde já não se sabe onde começou e onde acaba. Ainda terei a tempo, de me encaminhar e não me perder de vez?
Alguém saberá me dar essa resposta e tantas outras que eu não sei. Talvez não tenha procurado bem, ou não tenho procurado nos sítios certos. O lamentar não me ajuda em nada, só faz com que tenha pena do que estou a ser neste momento.
O frio passou, o frio que tinha quando comecei a escrever, mas o gelo dentro de mim, a angústia, a tristeza, o sofrimento continua. Não há alegria nos meus olhos, como num dia cinzento onde só chove. Em que a minha cara são as gotas, que caíram nesse dia de temporal. Onde o sol se escondeu, tornou-se cinzento, carregado.
Não há cores vivas, mas sim cores mórbidas. Algum dia terei gostado de alguém realmente? Sim, apesar de tudo não sou assim tão frio. Da minha família, dos meus verdadeiros amigos, desses gostei. Então quando deixei de gostar? Quando deixei de ter interesse na vida? Quando passei a sobreviver, como um náufrago onde só ver mar e mar e mais mar.
Mas acredito que sobreviverei, mas já não tenho a certeza de nada.

quarta-feira, 27 de abril de 2011

A mais distante das estrelas.

Fiquei tentando decorar o que eu ia dizer quando a gente se encontrar, E quando eu ver você, Mas as palavras vão faltar e eu vou ficar fingindo que não é nada demais.
Tem tanta coisa pra falar, dizer que eu sofri estando em todo lugar sem ter você aqui, Mas não tem como evitar, Todo esse tempo longe só me fez te querer mais.
Nesse lugar a gente pode enxergar a mais distante das estrelas, Nesse lugar ninguém jamais vai nos achar, Tudo o que eu quero é ficar pra sempre aqui.
E o que fazer se o plano não funcionar, se a caminhada é em vão, Quem é que vai me guiar andando na escuridão, Não posso mais esperar.
Nesse lugar a gente pode enxergar a mais distante das estrelas, Nesse lugar o que eu mais quero é ficar pra sempre aqui com você.

[Nesse Lugar - Fresno]

terça-feira, 26 de abril de 2011

Acordar para a realidade.

A Vida Me ensinou A dizer adeus às pessoas que amo, sem tirá-las do meu coração, sorrir às pessoas que não gostam de mim, para mostrá-las que sou diferente do que elas pensam, fazer de conta que tudo está bem quando isso não é verdade, para que eu possa acreditar que tudo vai mudar, calar-me para ouvir, aprender com meus erros. Afinal eu posso ser sempre melhor. A lutar contra as injustiças, sorrir quando o que mais desejo é gritar todas as minhas dores para o mundo. A ser forte quando os que amo estão com problemas, ser carinhoso com todos que precisam do meu carinho, ouvir a todos que só precisam desabafar, amar aos que me machucam ou querem fazer de mim depósito de suas frustrações e desafetos, perdoar incondicionalmente, pois já precisei desse perdão, amar incondicionalmente, pois também preciso desse amor, a alegrar a quem precisa, a pedir perdão, a sonhar acordado. E finalmente: a acordar para a realidade.

domingo, 24 de abril de 2011

Garota foda.

Toda garota foda é resultado de um ex-namorado idiota, de um pai machista, de uma sociedade preconceituosa de uma mente além do seu tempo, de uma dor tão grande que queimou seus sentimentos.

Quando chega a noite e você pode chorar.

Quando tá escuro, E ninguém te ouve, Quando chega a noite, E você pode chorar .

Há uma luz no túnel, Dos desesperados, Há um cais de porto, Pra quem precisa chegar.

Eu tô na lanterna dos afogados, Eu tô te esperando, Vê se não vai demorar...

Uma noite longa, Pra uma vida curta, Mas já não me importa, Basta poder te ajudar.

E são tantas marcas, Que já fazem parte, Do que eu sou agora, Mas ainda sei me virar.

Eu tô na lanterna dos afogados, Eu tô te esperando, Vê se não vai demorar.


[Lanterna Dos Afogados - Os Paralamas do Sucesso ]

Simplesmente me abrace.

E quando eu estiver triste, Simplesmente me abrace, Quando eu estiver louco, Subitamente se afaste, Quando eu estiver fogo, Suavemente se encaixe.
E quando eu estiver triste, Simplesmente me abrace, E quando eu estiver louco, Subitamente se afaste, E quando eu estiver bobo, Sutilmente disfarce, Mas quando eu estiver morto, Suplico que não me mate, não, Dentro de ti, dentro de ti.
Mesmo que o mundo acabe, enfim, Dentro de tudo que cabe em ti, Mesmo que o mundo acabe, enfim, Dentro de tudo que cabe em ti.


[Sutilmente - Skank]

Fechar os olhos.

Já chorei até pegar no sono, mas também já fui dormir tão
feliz, ao ponto de nem conseguir fechar os olhos.

sábado, 23 de abril de 2011

Eu observarei as estrelas sumirem.

É pedir muito querer mais tempo, Para saber essas canções e cantá-las, É pedir muito de meu sorriso vazio, E minha gargalhada e mentiras que os trazem.
Mas como as estrelas estão sumindo, E esse estágio é cheio de nada, E os amigos todos se foram, Por minha vida, meu Deus, estou cantando.
Traremos nossos corações para fora, Deixar nossas vidas atrás, Eu observarei as estrelas sumirem, Traremos nossos corações para fora, Deixar nossas vidas atrás, Eu observarei as estrelas sumirem.
É pedir muito para meus amigos favoritos, Trazer essas canções para a realidade, É pedir muito das mãos de meus companheiros, Trazer estas canções para a realidade.
Mas como as estrelas estão sumindo, E esse estágio é cheio de nada, E os amigos todos se foram, Por minha vida, meu Deus, estou cantando.
Traremos nossos corações para fora, Deixar nossas vidas atrás, Eu observarei as estrelas sumirem, Traremos nossos corações para fora, Deixar nossas vidas atrás, Eu observarei as estrelas sumirem. Traremos nossos corações para fora...

[Stars - Lacuna Coil ]

Lembrar da sua existência.

Estava tão bem sem lembrar da sua existência. Por que tive que citar seu nome naquela conversa? Por que, prefiro sofrer do que pensar que um amigo esta sofrendo. Por um motivo que não tenho nada haver, isso seria um problema dele não meu.
Por que fui me colocar como exemplo? Não poderia ter inventado uma historia? Por que fui contar logo a nossa? Ou melhor a minha historia, eu sei que por mais que eu quisesse e você também. Você não conseguia estar lá.
Espero não ter que voltar para o vazio em que estava vivendo.
Que isso seja apenas uma lembrança passageira.

[Contadora de estrelas]

sexta-feira, 22 de abril de 2011

Quase verídicos.


"A Razão distorcida nos da motivos quase verídicos para seguir um caminho que nem ao menos existe."

Eu ri.

Se arrependimento matasse...


Só mudam os nomes.

Tudo começou quando eu tinha uns 14 anos e um amigo chegou com aquele papo de "experimenta, depois, quando você quiser, é só parar..." e eu fui na dele. Primeiro ele me ofereceu coisa leve, disse que era de "raiz", "natural" , da terra", que não fazia mal, e me deu um inofensivo disco do "Chitãozinho e Xororó" e em seguida um do "Leandro e Leonardo". Achei legal, coisa bem brasileira; mas a parada foi ficando mais pesada, o consumo cada vez mais freqüente, comecei a chamar todo mundo de "Amigo" e acabei comprando pela primeira vez.
Lembro que cheguei na loja e pedi: - Me dá um CD do Zezé de Camargo e Luciano. Era o princípio de tudo! Logo resolvi experimentar algo diferente e ele me ofereceu um CD de Axé. Ele dizia que era para relaxar; sabe, coisa leve... "Banda Eva", "Cheiro de Amor", "Netinho", etc. Com o tempo, meu amigo foi oferecendo coisas piores: "É o Tchan", "Companhia do Pagode", "Asa de Águia" e muito mais. Após o uso contínuo eu já não queria mais saber de coisas leves, eu queria algo mais pesado, mais desafiador, que me fizesse mexer a bunda como eu nunca havia mexido antes, então, meu "amigo" me deu o que eu queria, um Cd do "Harmonia do Samba". Minha bunda passou a ser o centro da minha vida, minha razão de existir. Eu pensava por ela, respirava por ela, vivia por ela! Mas, depois de muito tempo de consumo, a droga perde efeito, e você começa a querer cada vez mais, mais, mais . . . Comecei a freqüentar o submundo e correr atrás das paradas. Foi a partir daí que começou a minha decadência. Fui ao show de encontro dos grupos "Karametade" e "Só pra Contrariar", e até comprei a Caras que tinha o "Rodriguinho" na capa.
Quando dei por mim, já estava com o cabelo pintado de loiro, minha mão tinha crescido muito em função do pandeiro, meus polegares já não se mexiam por eu passar o tempo todo fazendo sinais de positivo. Não deu outra: entrei para um grupo de Pagode. Enquanto vários outros viciados cantavam uma "música" que não dizia nada, eu e mais 12 infelizes dançávamos alguns passinhos ensaiados, sorriamos fazíamos sinais combinados. Lembro-me de um dia quando entrei nas lojas Americanas e pedi a coletânea "As Melhores do Molejão". Foi terrível!! Eu já não pensava mais!! Meu senso crítico havia sido dissolvido pelas rimas "miseráveis" e letras pouco arrojadas. Meu cérebro estava travado, não pensava em mais nada. Mas a fase negra ainda estava por vir. Cheguei ao fundo do poço, no limiar da condição humana, quando comecei a escutar "Popozudas", "Bondes", "Tigrões", "Motinhas" e "Tapinhas". Comecei a ter delírios, a dizer coisas sem sentido. Quando saia a noite para as festas pedia tapas na cara e fazia gestos obscenos. Fui cercado por outros drogados, usuários das drogas mais estranhas; uns nobres queriam me mostrar o "caminho das pedras", outros extremistas preferiam o "caminho dos templos". Minha fraqueza era tanta que estive próximo de sucumbir aos radicais e ser dominado pela droga mais poderosa do mercado: a droga limpa.
Hoje estou internado em uma clínica. Meus verdadeiros amigos fizeram única coisa que poderiam ter feito por mim. Meu tratamento está sendo muito duro: doses cavalares de Rock, MPB, Progressivo e Blues. Mas o meu médico falou que é possível que tenham que recorrer ao Jazz e até mesmo a Mozart e Bach. Queria aproveitar a oportunidade e aconselhar as pessoas a não se entregarem a esse tipo de droga. Os traficantes só pensam no dinheiro. Eles não se preocupam com a sua saúde, por isso tapam sua visão para as coisas boas e te oferecem drogas.
Se você não reagir, vai acabar drogado: alienado, inculto, manobrável, consumível, descartável e distante; vai perder as referências e definhar mentalmente.
Em vez de encher cabeça com porcaria, pratique esportes e, na dúvida, se não puder distinguir o que é droga ou não, faça o seguinte:
* Não ligue a TV no domingo à tarde;
* Não escute nada qu e venha de Goiânia ou do interior de São Paulo;
* Não entre em carros com adesivos "Fui.....";
* Se te oferecerem um CD, procure saber se o indivíduo foi ao programa da Hebe ou ao Sábado do Gugu;
* Mulheres gritando histericamente são outro indício;
* Não compre um CD que tenha mais de 6 pessoas na capa;
* Não vá a shows em que os suspeitos façam passos ensaiados;
* Não compre nenhum CD em que a capa tenha nuvens ao fundo;
* Não compre nenhum CD que tenha vendido mais de um milhão de cópias no
Brasil; e
* Não escute nada em que o autor não consiga uma concordância verbal mínima.
Mas principalmente, duvide de tudo e de todos.
A vida é bela!!!! Eu sei que você consegue!!! Diga não às drogas!!

[Diga não às drogas - Luis Fernando Veríssimo]

Leia um livro ou Simplismente durma.

Que me perdoem os ávidos telespectadores do Big Brother Brasil (BBB), produzido e organizado pela nossa distinta Rede Globo, mas conseguimos chegar ao fundo do poço. A décima (está indo longe) edição do BBB é uma síntese do que há de pior na TV brasileira. Chega a ser difícil encontrar as palavras adequadas para qualificar tamanho atentado à nossa modesta inteligência.
Dizem que Roma, um dos maiores impérios que o mundo conheceu, teve seu fim marcado pela depravação dos valores morais do seu povo, principalmente pela banalização do sexo. O BBB 10 é a pura e suprema banalização do sexo.
Impossível assistir ver este programa ao lado dos filhos. Gays, lésbicas, heteros... todos na mesma casa, a casa dos “heróis”, como são chamados por Pedro Bial. Não tenho nada contra gays, acho que cada um faz da vida o que quer, mas sou contra safadeza ao vivo na TV, seja entre homossexuais ou heterosexuais. O BBB 10 é a realidade em busca do IBOPE.
Veja como Pedro Bial tratou os participantes do BBB 10. Ele prometeu um “zoológico humano divertido” . Não sei se será divertido, mas parece bem variado na sua mistura de clichês e figuras típicas.
Se entendi corretamente as apresentações, são 15 os “animais” do “zoológico”: o judeu tarado, o gay afeminado, a dentista gostosa, o negro com suingue, a nerd tímida, a gostosa com bundão, a “não sou piranha mas não sou santa”, o modelo Mr. Maringá, a lésbica convicta, a DJ intelectual, o carioca marrento, o maquiador drag-queen e a PM que gosta
de apanhar (essa é para acabar!!!).
Pergunto-me, por exemplo, como um jornalista, documentarista e escritor como Pedro Bial que, faça-se justiça, cobriu a Queda do Muro de Berlim, se submete a ser apresentador de um programa desse nível. Em um e-mail que recebi há pouco tempo, Bial escreve maravilhosamente bem sobre a perda do humorista Bussunda referindo-se à pena de se morrer tão cedo. Eu gostaria de
perguntar se ele não pensa que esse programa é a morte da cultura, de valores e princípios, da moral, da ética e da dignidade.
Outro dia, durante o intervalo de uma programação da Globo, um outro repórter acéfalo do BBB disse que, para ganhar o prêmio de um milhão e meio de reais, um Big Brother tem um caminho árduo pela frente, chamando-os de heróis. Caminho árduo? Heróis? São esses nossos exemplos de heróis?
Caminho árduo para mim é aquele percorrido por milhões de brasileiros, profissionais da saúde, professores da rede pública (aliás, todos os professores) , carteiros, lixeiros e tantos outros trabalhadores incansáveis que, diariamente, passam horas exercendo suas funções com dedicação, competência e amor e quase sempre são mal remunerados.
Heróis são milhares de brasileiros que sequer tem um prato de comida por dia e um colchão decente para dormir, e conseguem sobreviver a isso todo santo dia.
Heróis são crianças e adultos que lutam contra doenças complicadíssimas porque não tiveram chance de ter uma vida mais saudável e digna.
Heróis são inúmeras pessoas, entidades sociais e beneficentes, ONGs, voluntários, igrejas e hospitais que se dedicam ao cuidado de carentes, doentes e necessitados (vamos lembrar de nossa eterna heroína Zilda Arns).
Heróis são aqueles que, apesar de ganharem um salário mínimo, pagam suas contas, restando apenas dezesseis reais para alimentação, como mostrado em outra reportagem apresentada meses atrás pela própria Rede Globo.
O Big Brother Brasil não é um programa cultural, nem educativo, não acrescenta informações e conhecimentos intelectuais aos telespectadores, nem aos participantes, e não há qualquer outro estímulo como, por exemplo, o incentivo ao esporte, à música, à criatividade ou ao ensino de conceitos como valor, ética, trabalho e moral. São apenas pessoas que se prestam a comer, beber, tomar sol, fofocar, dormir e agir estupidamente para que, ao final do programa, o “escolhido” receba um milhão e meio de reais. E ai vem algum psicólogo de vanguarda e me diz que o BBB ajuda a "entender o comportamento humano". Ah, tenha dó!!!
Veja o que está por de tra$$$$$$$$$ $$$$$$$ do BBB: José Neumani da Rádio Jovem Pan, fez um cálculo de que se vinte e nove milhões de pessoas ligarem a cada paredão, com o custo da ligação a trinta centavos, a Rede Globo e a Telefônica arrecadam oito milhões e setecentos mil reais. Eu vou repetir: oito milhões e setecentos mil reais a cada paredão.
Já imaginaram quanto poderia ser feito com essa quantia se fosse dedicada a programas de inclusão social, moradia, alimentação, ensino e saúde de muitos brasileiros?
(Poderia ser feito mais de 520 casas populares; ou comprar mais de 5.000 computadores )
Essas palavras não são de revolta ou protesto, mas de vergonha e indignação, por ver tamanha aberração ter milhões de telespectadores.
Em vez de assistir ao BBB, que tal ler um livro, um poema de Mário Quintana ou de Neruda ou qualquer outra coisa..., ir ao cinema..., estudar... , ouvir boa música..., cuidar das flores e jardins... , telefonar para um amigo... , visitar os avós... , pescar..., brincar com as crianças... , namorar... ou simplesmente dormir. Assistir ao BBB é ajudar a Globo a ganhar rios de dinheiro e destruir o que ainda resta dos valores sobre os quais foi construído nossa sociedade.



[Luis Fernando Veríssimo]

Sociedade incapaz.

E tudo mudou...

O rouge virou blush
O pó-de-arroz virou pó-compacto
O brilho virou gloss

O rímel virou máscara incolor
A Lycra virou stretch
Anabela virou plataforma
O corpete virou porta-seios
Que virou sutiã
Que virou lib
Que virou silicone

A peruca virou aplique, interlace, megahair, alongamento
A escova virou chapinha
"Problemas de moça" viraram TPM
Confete virou MM

A crise de nervos virou estresse
A chita virou viscose.
A purpurina virou gliter
A brilhantina virou mousse

Os halteres viraram bomba
A ergométrica virou spinning
A tanga virou fio dental
E o fio dental virou anti-séptico bucal

Ninguém mais vê...

Ping-Pong virou Babaloo
O a-la-carte virou self-service

A tristeza, depressão
O espaguete virou Miojo pronto
A paquera virou pegação
A gafieira virou dança de salão

O que era praça virou shopping
A areia virou ringue
A caneta virou teclado
O long play virou CD

A fita de vídeo é DVD
O CD já é MP3
É um filho onde éramos seis
O álbum de fotos agora é mostrado por email

O namoro agora é virtual
A cantada virou torpedo
E do "não" não se tem medo
O break virou street

O samba, pagode
O carnaval de rua virou Sapucaí
O folclore brasileiro, halloween
O piano agora é teclado, também

O forró de sanfona ficou eletrônico
Fortificante não é mais Biotônico
Bicicleta virou Bis
Polícia e ladrão virou counter strike

Folhetins são novelas de TV
Fauna e flora a desaparecer
Lobato virou Paulo Coelho
Caetano virou um chato

Chico sumiu da FM e TV
Baby se converteu
RPM desapareceu
Elis ressuscitou em Maria Rita?
Gal virou fénix
Raul e Renato,
Cássia e Cazuza,
Lennon e Elvis,
Todos anjos
Agora só tocam lira...

A AIDS virou gripe
A bala antes encontrada agora é perdida
A violência está coisa maldita!

A maconha é calmante
O professor é agora o facilitador
As lições já não importam mais
A guerra superou a paz
E a sociedade ficou incapaz...

... De tudo.

Inclusive de notar essas diferenças


[E Tudo mudou - Luis Fernando Veríssimo]

Dez coisas.


1. Uma pessoa que é boa com você, mas grosseira com o garçom, não pode ser uma boa pessoa.

2. As pessoas que querem compartilhar as visões religiosas delas com você, quase nunca querem que você compartilhe as suas com elas.

3. Ninguém liga se você não sabe dançar. Levante e dance.

4. A força mais destrutiva do universo é a fofoca.

5. Não confunda nunca sua carreira com sua vida.

6. Jamais, sob quaisquer circunstâncias, tome um remédio para dormir e um laxante na mesma noite.

7. Se você tivesse que identificar, em uma palavra, a razão pela qual a raça humana ainda não atingiu (e nunca atingirá) todo o seu potencial, essa palavra seria "reuniões".

8. Há uma linha muito tênue entre "hobby" e "doença mental".

9. Seus amigos de verdade amam você de qualquer jeito.

10. Nunca tenha medo de tentar algo novo. Lembre-se de que um amador solitário construiu a Arca. Um grande grupo de profissionais construiu o Titanic.

[Dez Coisas que Levei Anos Para Aprender - Luís Fernando Veríssimo]

A pessoa errada.

Pensando bem em tudo o que a gente vê e vivencia
e ouve e pensa, não existe uma pessoa certa pra gente.
Existe uma pessoa que se você for parar pra pensar é, na verdade, a pessoa errada.
Porque a pessoa certa faz tudo certinho!
Chega na hora certa, fala as coisas certas,
faz as coisas certas, mas nem sempre a gente tá precisando das coisas certas.
Aí é a hora de procurar a pessoa errada.
A pessoa errada te faz perder a cabeça, perder a hora, morrer de amor...
A pessoa errada vai ficar um dia sem te procurar
que é pra na hora que vocês se encontrarem
a entrega ser muito mais verdadeira.
A pessoa errada, é na verdade, aquilo que a gente chama de pessoa certa.
Essa pessoa vai te fazer chorar, mas uma hora depois vai estar enxugando suas lágrimas.
Essa pessoa vai tirar seu sono.
Essa pessoa talvez te magoe e depois te enche de mimos pedindo seu perdão.
Essa pessoa pode não estar 100% do tempo ao seu lado, mas vai estar 100% da vida dela esperando você.
Vai estar o tempo todo pensando em você.
A pessoa errada tem que aparecer pra todo mundo,
porque a vida não é certa.
Nada aqui é certo!
O que é certo mesmo, é que temos que viver cada momento, cada segundo, amando, sorrindo, chorando, emocionando, pensando, agindo,
querendo,conseguindo...
E só assim, é possível chegar àquele momento do dia em que a gente diz: "Graças à Deus deu tudo certo"
Quando na verdade, tudo o que Ele quer é que a gente encontre a pessoa errada pra que as coisas comecem a realmente funcionar direito pra
gente...


[Luis Fernando Veríssimo]

Contradições.


É "de esquerda" ser a favor do aborto e contra a pena de morte, enquanto direitistas defendem o direito do feto à vida, porque é sagrada, e o direito do Estado de matá-lo se ele der errado.

[Luís Fernando Veríssimo]

quinta-feira, 21 de abril de 2011

Kika.

Sinto tanta saudade dos momentos que passamos juntas. Dos nossos desespero por provas, das nossa maiores brisas. Lembra da Ozzy?? Nossa momentos como estes que fazem acreditar que viver vale a pena. Pena que tivemos que nos separar.
Sinto Sua falta. Uma amizade que nem a sua jamais encontrarei.
"Quando a saudade não cabe mais dentro do peito ela transborda pelos olhos."

[Contadora de Estrelas]

Ilusões e arrependimentos.

Hoje foi um dia tão bom. Encontrei com um anjo ta tudo bem ele não tem asas. Mas faz com que eu me sinta bem ao seu lado.
Encontrei uma outra pessoa, que é uma das que mais amo. Fiquei pensando o que me fez me afastar tanto dessa pessoa que amo tanto, por que nossas vidas seguiram caminhos diferentes?
Pensei muito nisso hoje, as pessoas falavam comigo e acabava parecendo que estava em outro lugar. Realmente estava, hoje foi o dia de visitar o meu mundo cheio de ilusões e arrependimentos. Procurei entre todas as minhas decepções uma que tenha sido com você. Não conseguir achar nenhuma. Então por que você me abandonou? Você já se perguntou o quanto eu precisei de você? Me prometeu que sempre estaria ali pra me ajudar, quando mais precisava você nunca estava lá. Ainda me pergunto o por que?
Não guardo magoas de você, talvez o erro tenha sido meu por não ter ido te procurar. Talvez você que estivesse precisando né. Pensei tanto no meu mundo. Que quase esqueci que já estava na hora de voltar para a realidade.
Bom agora estou aqui, e continuo sem saber o que aconteceu. Por que você não seguiu em frente comigo.

[Contadora de estrelas]

quarta-feira, 20 de abril de 2011

Ser Jovem.


"Ser jovem e não ser revolucionário é uma contradição genética."


[Che Guevara]

Derrube seu castelo.

Você nunca será boa o suficiente para as pessoas, você nunca será perfeita para elas, você nem sempre estará em seus planos, nem sempre elas se importam com a sua dó, nada dura para sempre, às vezes é tarde demais, às vezes não podemos ser felizes, às vezes as pessoas apenas não nos amam.
Acorde querida, bem vinda a vida, saia do seu mundo de ilusão, derrube seu castelo, guarde seu vestido, esqueça o baile; já passou da meia noite. Ou o seu encanto acabou ou ele nunca existiu, a vida não é tão fácil, nada dura para sempre, a sua ilusão não vai mudar a realidade, veja querida, veja a vida como ela é.
Não espere o príncipe encantado, querida, ele talvez nunca apareça. Oh querida, saia do seu mundinho, você ainda é uma princesa, mas seja uma princesa moderna, cresça,mude, evolua, sonhar é bom, mas sonhe e realize,corra atrás dos seus sonhos, pare de idealizar suas historias infantis, eu estou aqui querida esperando por você, espero por você em um conto de fadas, o conto de fadas que nem sempre tem um final feliz, um conto chamado, realidade.



[Mayara Domingos]

terça-feira, 19 de abril de 2011

Nada de garota com o coração partido.

Você é tudo o que eu achava que nunca seria, Não é nada como um pensamento do que poderia ter sido, Mesmo assim, você vive dentro de mim, Então me diga como é isso?
Você é o único que eu desejo poder esquecer, O único que eu amo para não perdoar, E apesar de você quebrar meu coração, Você é o único. E apesar de existir momentos que eu odeio você, Porque eu não posso apagar, Os momentos que você me machucou, E pôs lágrimas no meu rosto, E até agora, quando eu odeio você, Me dói dizer, Eu sei que estarei aqui, No final do dia.
Eu não quero ficar sem você, amor, Eu não quero um coração partido, Não quero respirar sem você, amor, Eu não quero ter esse papel, Eu sei que amo você, Mas me deixe dizer, Eu não quero amar você, Em nenhuma maneira, não não, Eu não quero um coração partido, Eu não quero ser a garota de coração partido, Não, não, nenhuma garota de coração partido nenhuma garota de coração partido.
Uma coisa que eu sinto que preciso dizer, Mas até agora eu sempre tive medo, Que você nunca chegasse perto, E eu ainda quero botar isso pra fora,Você diz que tem o maior respeito por mim mas, As vezes eu sinto que você não me merece, E ainda assim você está no meu coração, Mas você é o único. E sim, há momentos em que eu odeio você, Mas eu não reclamo, Porque eu tive medo de que, Você fosse embora.
Oh, mas agora eu não odeio você, Eu estou feliz em dize,rQue eu estarei aqui, No final do dia.
Eu não quero ficar sem você, amor Eu não quero um coração partido, Não quero respirar sem você, amor, Eu não quero ter esse papel, Eu sei que amo você, Mas me deixe dizer, Eu não quero amar você, Eu nenhuma maneira, não não, Eu não quero um coração partido, Eu não quero ser a garota de coração partido, Não, não, nenhuma garota de coração partido, nenhuma garota de coração partido.

Agora eu conheço um lugar que eu nunca pensei que estaria, Eu estou vivendo em um mundo que é tudo sobre você e eu, E eu não terei medo, meu coração partido está livre, Para abrir minhas asas e voar para longe, para longe com você.
Eu não quero ficar sem você, amor, Eu não quero um coração partido, Não quero respirar sem você, amor, Eu não quero ter esse papel, Eu sei que amo você, Mas me deixe dizer, Eu não quero amar você, Eu nenhuma maneira, não não, Eu não quero um coração partido, Eu não quero ser a garota de coração partido, Não, não, nenhuma garota de coração partido, nenhuma garota de coração partido.
Nada de garota de coração partido.


[Broken Hearted Girl - Beyoncé]

segunda-feira, 18 de abril de 2011

A dor é necessária.

“Uma pessoa precisa se machucar, enfrentar dificuldades e ser derrotada para poder se reerguer. Você não deve sentir vegonha de ser fraco ou miserável. Pois para se tornar forte... Toda esta dor é necessária.”

domingo, 17 de abril de 2011

A dádiva de viver.


Às vezes paro pra pensar o que leva pessoas a ter atitudes desastrosas. Será que loucura é a palavra certa?Não, não é. Somos todos loucos, porém não saímos matando crianças dentro de escolas. Ah, se as pessoas conhecessem o verdadeiro significado da vida. Se um dia alguém descobrisse o quão bela pode ser. A nossa mídia, hoje em dia, nos leva a banalizar o sentido da vida, mostrando em sua visão algo tão normal. Pode parecer hipocrisia, mas não é.
A vida tem seu significado, tem seu valor. Independente de suas crenças, se uns acreditam que nasceram com um destino ou que estão continuando uma vida passada, o presente está ai, esse presente é Viver. Qual o direito de alguém privar outra pessoa dessa dádiva? Qual o direito que uma mãe tem ao abortar uma criança indefesa?
A vida está ai não como uma escolha, mas como um presente ou uma chance de você fazer a diferença na existência de alguém ou de todos ao seu redor. Ame, sonhe, acredite. Reconheça o valor de uma vida, faça seu presente, pois o futuro é tão incerto.

[Gisely Maria ]

Olhe pras estrelas.


Olhe pras estrelas, Olhe como elas brilham por você, E por tudo o que você faz, Sim, elas eram todas amarelas.
Eu progredi, Eu escrevi uma canção para você, E tudo que você faz, E ela chamei de "amarela". Então eu esperei minha vez, Oh que coisa para se fazer, E era tudo amarelo. Sua pele, Oh sim, sua pele e ossos, Transformaram-se em algo bonito, Você sabe? Você sabe que eu te amo tanto.
Eu atravessei o oceano, Eu superei barreiras por você, Oh que coisa a se fazer, Pois você estava toda amarela.
Eu tracei uma linha, (estabeleci um limite) Eu tracei a linha por você, Oh que coisa a se fazer, E ela era toda amarela.
Sua pele, Oh sim, sua pele e ossos, Transformaram-se em algo bonito, Você sabe? Por você eu daria todo o meu sangue, Por você eu daria todo o meu sangue.
É verdade, olhe como elas brilham para você, Olhe para as estrelas, Olhe como elas brilham para você, E todas as coisas que você faz.

[Yellow - Coldplay]

sexta-feira, 15 de abril de 2011

O Mesmo Tempo Que Perdemos.


Você esperou por tanto tempo, A cura para você mesmo, Sem notar o tempo que perdeu. O mesmo Cristo abandonado numa cruz, lhe deu dois lados pra escolher entre você e eu.
Somos o tempo. O mesmo tempo que perdemos. Tempo... O Mesmo tempo que perdemos Tempo...
Entre um e outro cigarro, Vejo você do outro lado, Deixando o medo lhe vencer. Sua vida toda despedaçada, Por querer desaprender, Errando tudo aquilo que aprendeu.
Somos o tempo. O mesmo tempo que perdemos. Tempo... O Mesmo tempo que perdemos Tempo...

[A Cura - Reação Em Cadeia]

quinta-feira, 14 de abril de 2011

Quem vai me levar?


Peguei meu tênis e fui atras do meu melhor. Hoje é um dia quente tudo vai mudar. É que esta estrada vive sempre cheia assim. Se eu não seguir em frente quem vai me levar ?
Tento olhar o sol. Quero me encontrar, sem medo de talvez errar então. E sempre fico assim vou pro meu lugar. Não quero mais ficar parado em vão.
E seja como for. E deixa acontecer. Seja como for.
Se você não vem tudo bem vice e versa. O que é que tem vivo zen , eu não fico sem. Um bom motivo que me leve a um bom lugar. E quando chega a hora não demora ou ela vai passar. Eu não espero sempre faço acontecer. Sem desespero vejo o dia amanhecer. Sei que quem luta nunca vai ficar pra trás. Vem preparado que agora eu quero mais então. E que agora eu quero mais então.

[Tênis Roque - Detonautas]

quarta-feira, 13 de abril de 2011

A sutil diferença.


Depois de algum tempo você aprende a diferença, a sutil diferença entre dar a mão e acorrentar uma alma. E você aprende que amar não significa apoiar-se. E que companhia nem sempre significa segurança. Começa a aprender que beijos não são contratos e que presentes não são promessas.
Começa a aceitar suas derrotas com a cabeça erguida e olhos adiante, com a graça de um adulto e não com a tristeza de uma criança.
Aprende a construir todas as suas estradas no hoje, porque o terreno do amanhã é incerto demais para os planos, e o futuro tem o costume de cair em meio ao vão.
Depois de um tempo você aprende que o sol queima se ficar exposto por muito tempo.
E aprende que, não importa o quanto você se importe, algumas pessoas simplesmente não se importam… E aceita que não importa quão boa seja uma pessoa, ela vai feri-lo de vez em quando e você precisa perdoá-la por isso. Aprende que falar pode aliviar dores emocionais.
Descobre que se leva anos para construir confiança e apenas segundos para destruí-la…
E que você pode fazer coisas em um instante das quais se arrependerá pelo resto da vida.
Aprende que verdadeiras amizades continuam a crescer mesmo a longas distâncias.
E o que importa não é o que você tem na vida, mas quem você tem na vida. E que bons amigos são a família que nos permitiram escolher.
Aprende que não temos de mudar de amigos se compreendemos que os amigos mudam…
Percebe que seu melhor amigo e você podem fazer qualquer coisa, ou nada, e terem bons momentos juntos. Descobre que as pessoas com quem você mais se importa na vida são tomadas de você muito depressa… por isso sempre devemos deixar as pessoas que amamos com palavras amorosas; pode ser a última vez que as vejamos. Aprende que as circunstâncias e os ambientes têm influência sobre nós, mas nós somos responsáveis por nós mesmos. Começa a aprender que não se deve comparar com os outros, mas com o melhor que pode ser.
Descobre que se leva muito tempo para se tornar a pessoa que quer ser, e que o tempo é curto. Aprende que não importa onde já chegou, mas para onde está indo… mas, se você não sabe para onde está indo, qualquer caminho serve.
Aprende que, ou você controla seus atos, ou eles o controlarão… e que ser flexível não significa ser fraco, ou não ter personalidade, pois não importa quão delicada e frágil seja uma situação, sempre existem, pelo menos, dois lados. Aprende que heróis são pessoas que fizeram o que era necessário fazer, enfrentando as conseqüências. Aprende que paciência requer muita prática.
Descobre que algumas vezes a pessoa que você espera que o chute quando você cai é uma das poucas que o ajudam a levantar-se. Aprende que maturidade tem mais a ver com os tipos de experiência que se teve e o que você aprendeu com elas do que com quantos aniversários você celebrou. Aprende que há mais dos seus pais em você do que você supunha.
Aprende que nunca se deve dizer a uma criança que sonhos são bobagens…
Poucas coisas são tão humilhantes e seria uma tragédia se ela acreditasse nisso.
Aprende que quando está com raiva tem o direito de estar com raiva, mas isso não te dá o direito de ser cruel. Descobre que só porque alguém não o ama do jeito que você quer que ame não significa que esse alguém não o ama com tudo o que pode, pois existem pessoas que nos amam, mas simplesmente não sabem como demonstrar ou viver isso.
Aprende que nem sempre é suficiente ser perdoado por alguém…
Algumas vezes você tem de aprender a perdoar a si mesmo.
Aprende que com a mesma severidade com que julga, você será em algum momento condenado.
Aprende que não importa em quantos pedaços seu coração foi partido, o mundo não pára para que você o conserte. Aprende que o tempo não é algo que possa voltar.
Portanto, plante seu jardim e decore sua alma, em vez de esperar que alguém lhe traga flores.
E você aprende que realmente pode suportar… que realmente é forte, e que pode ir muito mais longe depois de pensar que não se pode mais. E que realmente a vida tem valor e que você tem valor diante da vida! Nossas dúvidas são traidoras e nos fazem perder o bem que poderíamos conquistar se não fosse o medo de tentar.

[O Menestrel - William Shakespeare]

terça-feira, 12 de abril de 2011

Constante mudança.

Hoje acordei me sentindo tão bem.
Me sinto tão leve ultimamente.
Estou vivendo em mundo que é só meu, não ligo para nada e nem para ninguém. Criei um mundo que não é perfeito e muito menos uma ilusão.
É apenas um mundo em que me deixo ser menos preocupada com os outros e penso um pouco mais em mim.
Sinto que estou em constante mudança.
Estou tentando seguir deixando você para trás.
Acho que estou conseguindo.
Mas me pergunto até quando?

[Contadora de estrelas]

Só não fale.


Só não fαle; que por mim nαdα sentiu, que por pelo menos αlguns segundos eu não fiz seu corαção bαter mαis rápido, que em αlgum momento de loucurα não quis gritαr meu nome, só não fαle que instαnte αlgum não pensou em mim quαndo estαvα só, que seus olhos não me procurαrαm umα unicα vez em meio α multidão, só não fαle que não signifiquei nαdα prα você, que seus lábios não me chαmou e implorou por um simples beijo meu, só não fαle que me esqueceu, por mαis que sejα verdαde.


Só não fαle, !

domingo, 10 de abril de 2011

Como uma pedra estou caindo.


Descanso, olhando minhas mãos Procuro nestas linhas Não tenho a resposta Estou chorando e eu não sei Observando o céu Procuro uma resposta Sou livre, livre pra viver Não sou outra mentirosa Eu só quero ser eu mesma, eu mesma...
E agora a batida dentro de mim é como uma brisa gelada E eu nunca tive qualquer sentimento aqui dentro, mas Me arruinando, traga meu corpo, carregue-o para outro mundo Sei que estou viva, mas como uma pedra estou caindo.
Eu rezo, olhando para o céu Posso sentir essa chuva Agora mesmo está caindo sobre mim Voar, só quero voar A vida é toda minha... Alguns dias choro sozinha Mas eu sei que não sou a única Estou aqui, outro dia já se foi Não quero morrer Por favor esteja lá quando eu chegar Não chore, por favor...
E agora a batida dentro de mim é como uma brisa gelada E eu nunca tive qualquer sentimento aqui dentro, mas Me arruinando, traga meu corpo, carregue-o para outro mundo Sei que estou viva, mas como uma pedra estou caindo.
E agora a batida dentro de mim é como uma brisa gelada E eu nunca tive qualquer sentimento aqui dentro, mas Me arruinando, traga meu corpo, carregue-o para outro mundo Sei que estou viva, mas como uma pedra estou caindo.

[Falling Again - Lacuna Coil]

sábado, 9 de abril de 2011

Indivizível emoção.


É claro que a vida é boa, E a alegria, a única indizível emoção, É claro que te acho lindo, Em ti bendigo o amor das coisas simples, É claro que te amo, E tenho tudo para ser feliz, Mas acontece que eu sou triste...

[Dialética- Vinicius de Moraes]

sexta-feira, 8 de abril de 2011

Meu sorriso.



Se o meu sorriso mostrasse o fundo da minha alma, muitos ao me verem sorrindo chorariam comigo.

[Kurt Cobain]

quinta-feira, 7 de abril de 2011

Rio de Janeiro.


Um país que sediara eventos mundiais como Copa do mundo e Olimpiadas, não é ao menos capaz de cuidar dos estudantes nas escolas.
Me esqueci escolas não são importantes.

[Contadora de estrelas]

quarta-feira, 6 de abril de 2011

Apedreja essa mão vil que te afaga.


Vês! Ninguém assistiu ao formidável Enterro de tua última quimera. Somente a Ingratidão - esta pantera - Foi tua companheira inseparável!
Acostuma-te à lama que te espera! O Homem, que, nesta terra miserável, Mora, entre feras, sente inevitável Necessidade de também ser fera.
Toma um fósforo. Acende teu cigarro! O beijo, amigo, é a véspera do escarro, A mão que afaga é a mesma que apedreja.
Se a alguém causa inda pena a tua chaga, Apedreja essa mão vil que te afaga, Escarra nessa boca que te beija!

[Versos Íntimos - Augusto dos Anjos ]

terça-feira, 5 de abril de 2011

Passos no chão.

Meu caminho é cada manhã, não procure saber onde estou, meu destino não é de ninguém e eu não deixo os meus passos no chão se você não entende não vê se não me vê não entende.
Não procure saber onde estou se o meu jeito te surpreende. Se o meu corpo virasse sol se a minha mente virasse sol mas só chove, chove, chove, chove.
Se um dia eu pudesse ver meu passado inteiro e fizesse parar de chover nos primeiros erros. Meu corpo viraria sol minha mente viraria sol mas só chove, chove chove, chove.


[Primeiros Erros - Capital Inicial]

Não sou nenhum brinquedo.


Qual é o teu segredo? Do que você tem medo? Não sou nenhum brinquedo, que pode se quebrar!
Me dê algum motivo, por não estar contigo. Quero saber se você tem um novo amigo?
Que ama você como eu amei? E que também vai te proteger e te dar o que eu não te dei...
Me desgrace, me odeie, só nunca esqueça que eu amei você.
Me difame, me odeie, só nunca esqueça que eu amei você.
Eu fui aos céus com você e ao inferno também depois de ir às nuvens quase caímos no chão.
Amar é muito fácil difícil é esquecer que um dia todo amor que tinha dei pra você quando percebi que não foi demais já era muito tarde pra voltar atrás pra te dar o que eu não te dei.
Por isso:
Me desgrace me odeie só nunca esqueça que eu amei você me difame, me odeie só nunca esqueça que eu amei você.


[Me Odeie - Reação Em Cadeia]

segunda-feira, 4 de abril de 2011

Tudo depende só de mim.


"Hoje levantei cedo pensando no que tenho a fazer antes que o relógio marque meia noite.
É minha função escolher que tipo de dia vou ter hoje.
Posso reclamar porque está chovendo ou agradecer às águas por lavarem a poluição.
Posso ficar triste por não ter dinheiro ou me sentir encorajado para administrar minhas finanças, evitando o desperdício.
Posso reclamar sobre minha saúde ou dar graças por estar vivo.
Posso me queixar dos meus pais por não terem me dado tudo o que eu queria ou posso ser grato por ter nascido.
Posso reclamar por ter que ir trabalhar ou agradecer por ter trabalho.
Posso sentir tédio com o trabalho doméstico ou agradecer a Deus.
Posso lamentar decepções com amigos ou me entusiasmar com a possibilidade de fazer novas amizades.
Se as coisas não saíram como planejei posso ficar feliz por ter hoje para recomeçar.
O dia está na minha frente esperando para ser o que eu quiser.
E aqui estou eu, o escultor que pode dar forma.
Tudo depende só de mim."
[Charles Chaplin]

domingo, 3 de abril de 2011

Ainda espero por você.


Talvez o silêncio nunca me perdoe, por ter dito que te amo. Sou vítima de mim mesma de minhas próprias frases, da minha própria consciência.
Tenho procurado entender a minha vida, mas as conclusões a que cheguei, não são nada conclusivas. Esperei o tempo necessário para compreender, que na verdade eu não posso ter você.
A vida é assim, eu tenho que me acostumar, os dias irão surgir, o sol irá brilhar outra vez aqui. E hoje é o primeiro dia do resto dos nossos dias e eu ainda espero por você. Entre e feche a porta tente me entender acalme-se, pois você vai ver. Eu posso te olhar, também posso te tocar, mas não com o coração.
A vida é assim, eu tenho que me acostumar, os dias irão surgir o sol irá brilhar outra vez aqui.
E hoje é o primeiro dia do resto de nossos dias e eu ainda espero por você. Entre e feche a porta tente me entender acalme-se pois você vai ver. Que estes são os meus problemas, os problemas que não tenho, que crio em minha mente por você.
Apenas por você.

[Neurose - Reação Em Cadeia]

sábado, 2 de abril de 2011

Ainda acredito que tenha restado algo de mim.


Por favor, venha agora, eu acho que estou caindo. Eu estou me segurando em tudo que acho ser seguro. Parece que eu achei a estrada para lugar nenhum e eu estou tentando escapar. Eu gritei quando ouvi o trovão, mas estou no meu um último suspiro e com ele deixe-me dizer, Segure-me agora, eu estou a seis passos do precipício e eu estou achando que talvez seis passos não sejam tão distantes assim.
Estou olhando para baixo agora que tudo acabou, refletindo sobre todos os meus erros eu pensei que havia encontrado a estrada para algum lugar, algum lugar em sua graça. Eu clamei aos céus "salve-me" Mas estou em meu último suspiro e com ele deixe-me dizer, Deixe-me dizer Segure-me agora, Eu estou a seis passos do precipício e eu estou achando que talvez seis passos não sejam tão distantes assim.
Olhos tristes me seguem mas eu ainda acredito que tenha restado algo para mim então, por favor, venha ficar comigo porque eu ainda acredito que tenha restado algo para mim e para você.
Segure-me agora eu estou a seis passos do precipício e eu estou achando que talvez seis passos, não sejam tão distantes assim. Por favor, venha agora, eu acho que estou caindo eu estou me segurando em tudo que acho ser seguro.

[One Last Breath - Creed]

Nunca vai existir.

Dias de verão e noites de inverno a cidade as vezes é o inferno, criei então um universo onde tudo era perfeito e feito pra nós dois.
Passamos muito tempo sentados na calçada falando sobre tudo e não dizendo nada. Seu sorriso vale mais de mil palavras. Deixa que o futuro fica pra depois.
Depois da meia-noite nós acendemos as luzes da cidade, nos abraçamos e ficamos juntos até nascer o sol.
Noites de verão e dias de inverno poucos minutos parecem eternos, Você sabe eu não sei mentir, esse mundo perfeito nunca vai existir.
Não quero esquecer as noites viradas, falando sobre o mundo até a madrugada. Nos seus olhos eu vejo a verdade faça o que você fizer diga o que você quiser.
Depois da meia-noite nós acendemos as luzes da cidade, nos abraçamos e ficamos juntos até nascer o sol.
Por quanto tempo só nós dois?
Depois da meia-noite nós acendemos as luzes da cidade, nos abraçamos e ficamos juntos até nascer o sol.
Depois da meia-noite.

[Depois Da Meia Noite - Capital Inicial]

sexta-feira, 1 de abril de 2011

O tempo vai curar a dor.


Eu quero um tempo pra falar a respeito de nós dois, quanta coisa quero lhe contar não quero deixar pra depois. Com você pude aprender que a vida é feita pra viver. Estou cansado deste lance de sofrer.
O tempo vai mudar as coisas de lugar o tempo vai curar a dor. Quanta coisa eu faria somente por você, eu vou a pé daqui à Lua e você nem vai perceber. O silêncio me falou deste tempo que passou que o tempo pode consertar aquilo que se quebrou.
O tempo vai mudar as coisas de lugar, o tempo vai curar a dor.

[Ao Tempo - Reação Em Cadeia]